O seguro de vida não vai substituir você ou a pessoa que você gosta mas, acredite, é uma proteção financeira para seus familiares ou pessoas que dependem financeiramente de você ou da pessoa para a qual você tenha contratado uma apólice.

O seguro também pode beneficiá-lo diretamente, no caso de invalidez permanente ou de uma doença grave, por exemplo e isso lhe trará mais tranquilidade para buscar um tratamento adequado e, evitando que você dilapide seu patrimônio ou, o pior, dependa de tratamento público.

Parece estranho se prevenir diante de uma situação que não queremos que aconteça ou que pensamos que não irá acontecer conosco, porém algumas situações são inevitáveis, e imagina só deixar desamparado pessoas que dependem de você?